Maquete
Muito popular entre as crianças, a Sala da Maquete é a mais visitada do Museu.

Em termos de protótipo de uma ferrovia específica, a maquete ferroviária do Museu Vale é a maior do Brasil, com 34 m² de área construída. Nela encontramos elementos identificados com a Estrada de Ferro Vitória a Minas, tais como mina, porto e instalações industriais, representadas pelas empresas Cenibra e Usiminas ao longo da via férrea. Sobre 101 metros lineares de trilhos correm vagões de cargas diversas, puxados por algumas das máquinas mais representativas da estrada: G12, G16, DDM, Dash-8 e Dash-9.

Na construção da maquete três antigos ferroviários trabalharam cerca de 2.000 horas, usando os mais diferentes materiais, tais como fios, cimento, argamassa, gesso, pó de brita, cola, serragem e isopor, entre outros. Nela foram inseridas 740 árvores, 370 bonecos, 103 postes de iluminação, 80 casas e 30 sinais ferroviários, tudo na escala 1:87 HO.

Após passar por uma revitalização que durou um ano e oito meses e foi concluída em meados de 2013, a maquete ferroviária passou a contar com iluminação e pintura novas e todas as peças restauradas. A maquete faz parte do acervo permanente do Museu sobre a história ferroviária e fica no Edifício Sede do Museu Vale, prédio que abrigava a antiga Estação Pedro Nolasco.



Galeria de Imagens